"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

DURA REALIDADE

ESSE NA MINHA OPINIÃO É UM DOS MELHORES  TEXTOS DO JABOR, CRÍTICA MUITO BEM FEITA, ENORME TAPA NA CARA DA SOCIEDADE, SOCIEDADE QUE POR CONVENIÊNCIA OU ALIENAÇÃO TRANSFORMA O PAÍS NO QUE CONHECEMOS...



Arnaldo Jabor


•    Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca. Eleger para o cargo mais importante do Estado (NA VERDADE PARA OS CARGOS MAIS IMPORTANTES DO PAÍS) um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida;
 
  
 


•    Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dá esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza;


•    Aceita que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade;


•     Não protesta cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária. É coisa de gente otária;

•    Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão. Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.



Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai. Brasileiro tem um sério problema. Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo;

•    Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.
Brasileiro é vagabundo por excelência. O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo;



•    O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo;


•    Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo;

•    Brasileiro é um povo honesto. Mentira....Já foi, hoje é uma qualidade em baixa. Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso. Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça;

•    90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira.
Já foi. Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da Guerra do Paraguai ali se instalaram. Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime. Hoje a realidade é diferente. Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal. Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas. Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas;


•    O Brasil é um pais democrático. Mentira.
Num país democrático a vontade da maioria é Lei. A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.
Num país onde todos têm direitos, mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia. Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita. 


•    Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).. Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.
Democracia isso? Pense !



•    O famoso jeitinho brasileiro. Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira. Brasileiro se acha malandro, muito esperto. Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.
No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí? Afinal somos penta campeões do mundo né?? ? Grande coisa...



•    O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos. Dessa vergonha eles se safaram... Brasil, o país do futuro !? Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo;


•    Deus é brasileiro. Puxa, essa eu não vou nem comentar...



O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.
Para finalizar tiro minha conclusão:


O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente. Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta. Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão. Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!
Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?









segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

SUMÉRIOS


 A mais antiga civilização de que se tem conhecimento, por volta de 3.500 a.C, habitavam o sul da Mesopotâmia, entre o rio Tigre e Eufrates, atual Iraque, lugar extremamente fértil que a Bíblia referencia como Terra Prometida.

Utilizavam uma escrita cunieforme, em suas tábulas de argila contém informações preciosas sobre histórias da criação da raça humana, diluvio e um notável conhecimento astronômico.

O Cristianismo, Islamismo, Hinduísmo e o Judaísmo são compilações das escrituras sumérias, influenciados através dos babilônios.

Descrevem o Sistema Solar, já conheciam  Urano e Netuno,  Plutão – planetas só (re)descobertos em 1781, 1846 e 1930, respectivamente, pois não são  visíveis a olho nu.

Quanto a Plutão relataram o tamanho, composições químicas e físicas de Plutão e afirmavam que este era na verdade um satélite de Saturno que se “desprendeu” e ganhou nova órbita,.

Chamavam a  Lua de “pote de chumbo” e diziam que seu núcleo era uma  de ferro, fato só confirmado pelo programa Apollo, da NASA, ou seja , 6 mil anos depois.


Técnicas de medicina, arquitetura, engenharia e hidráulica, baseados em magníficos conhecimentos em matemática, química, física e astronomia. Seus conhecimentos astronômicos eram incrivelmente avançados: seus observatórios obtinham cálculos do ciclo lunar que diferiam em apenas 0,4 segundos dos cálculos atuais.  

Desenvolveram a agricultura com técnicas de irrigação e drenagem de solo, construção de canais, diques e reservatórios; 

Sistema de leis baseados nos costumes;  

Habilidosas práticas comerciais;
  
Sistema de unidade política das Cidades-Estados ou Estados soberanos, como Ur, Nipur e Lagash;

Sistema de hierarquias sacerdotais para organização religiosa;

Fundaram as primeiras bibliotecas. Na cidade de Nipur, 150 km ao sul de Bagdá, foi encontrada uma biblioteca sumeriana inteira, contendo cerca de 60.000  tabletes de barro com inscrições cuneiformes sobre a origem da humanidade.  

Criaram os fenomenais projetos arquitetônicos denominados zigurates. Verdadeiros complexos piramidais que englobavam vários módulos de edifícios, abrigando desde templos religiosos até plenários políticos, construídos ao redor de um bloco-célula central e interligados por rampas espirais desde a base até o topo. 

 A astronomia suméria era extremamente avançada. Seus observatórios eram capazes de obter cálculos do ciclo lunar que diferiam somente 0.4 segundos dos nossos cálculos atuais. Foi encontrado também, na colina de Kuyundjick (a antiga Nínive), um cálculo com impressionantes 15 casas, com resultado final igual a 195.955.200.000.000. Os gregos, no auge de seu saber, não se atreveram a ultrapassar o número 10.000, considerando tudo o que passasse deste valor como infinito.

Na tradução das placas de barro sumérias encontradas, diz-se que a Terra teve origem extraterrestre, através da colisão de dois corpos celestes. Parte dos destroços caiu aqui e no outro corpo celeste chamado Nibiru. Era o planeta de origem de um povo descrito pelos antigos como "raça de deuses" ANUNNAKI. Os nativos de Nibiru visitaram a Terra no passado influenciando decisivamente a cultura humana.



Esta mesma história conta que estes eram seres humanóides gigantes que, com o passar do tempo, misturaram-se com os humanos, gerando assim novas raças e etnias: os “filhos dos deuses”.

 "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra." Gênesis 1:26

"Esses Nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houveram na antigüidade." Gênesis 6:4 

"Então saiu do arraial dos filisteus um campeão, cujo nome era Goliah, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo [2,89 metros]." 1 Samuel 17:4

Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Gênesis 6:2

Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Gênesis 6:2
"Os filhos de Deus viram  que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram." Gênesis 6:2

"Naqueles dias estavam os nefilins na terra, e também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antigüidade."  Gêneses 6:4
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Gênesis 6:2
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Gênesis 6:2


 Anunnaki: na língua suméria significa "Aqueles que desceram dos céus"; para os hebreus eram Nefilim, Elohim; em egípcio, Neter.

Os visitantes estelares colonizaram a Terra com o propósito de obter grandes quantidades de ouro. Sua mão-de-obra foi arrebanhada entre os humanos primitivos, que foram manipulados geneticamente.


O experimento de engenharia genética teve de ser refeito, criaram híbridos usando material do homo erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. O resultado foi o homo sapiens, que veio ao mundo para ser escravo.

Quando os sapiens tornaram-se muito numerosos, parte deles era expulsa das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se no planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Era uma situação inaceitável para a maioria dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada - a humanidade - provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há cerca de 12 mil anos atrás, data que coincide com o diluvio bíblico, e com o fim da última Era do gelo.



Zecharia Sitchin

Zecharia Sitchin é lingüista, perito em escrita cuneiforme, lançou livros detalhando as relações entre o complexo calendário de Stonehenge, as ruínas de Tiahuanacu, no Peru, a antiga cultura suméria e, por extensão, a conexão desses monumentos antigos com os Anunnaki. Sitchin defende que os Anunnaki não são uma alegoria ou criação fabulosa dos sumérios, antes, são seres humanóides que habitam o misterioso planeta Nibiru.




Em 1983 um satélite IRAS fotografou um grande objeto no espaço, do tamanho de Júpiter, que poderia fazer parte de nosso sistema solar, fato oficialmente admitido pela NASA em 1987, de que seria provável a existência do chamado planeta X ou Nibiru.


Os sumérios descreveram-no como sendo quatro vezes maior do que a Terra, de cor avermelhada, e responsável por grandes catástrofes, no nosso planeta, durante suas passagens através de nosso sistema solar. Eles explicam que a aproximação desse planeta foi a causa do dilúvio citado na Bíblia, devido a um deslocamento polar na Terra.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

DOS TEMPLÁRIOS AOS MAÇONS



RETORNANDO UM POUCO NA HISTÓRIA, A CIDADE DE JERUSALÉM ESTAVA DOMINADA PELOS MUÇULMANOS DESDE O SÉCULO VII d.C.

NA EUROPA O CENÁRIO ERA DE ESCASSEZ DE ALIMENTOS, DOENÇAS E TOTAL CONTROLE POR PARTE DA IGREJA.

EIS QUE O PAPA URBANO II, NO ANO DE 1095, UM GRANDE POLITICO, ARTICULOU A 1 ª CRUZADA, UTILIZOU ESSE CENÁRIO DE MISÉRIA E RELIGIÃO PARA O POVO MANOBRAR A "LIBERTAR" A CIDADE SANTA, PROMETENDO AOS CRUZADOS UM LUGAR NO REINO DE DEUS , E QUE EM JERUSALÉM TERIAM ALIMENTOS E RIQUEZAS OS ESPERANDO.

INCRIVELMENTE JERUSALÉM FOI TOMADA NA 1 ª Cruzada, EM 1099. POR UM BANDO DE FAMINTOS MALTRAPILHOS, FATO QUE PERMITIU OUTROS SE DESLOCAREM DA EUROPA PARA A CIDADE SANTA, ENTRETANTO ESSE CAMINHO ERA MUITO PERIGOSO, ROUBOS, SAQUES E MORTES ERAM CONSTANTES, OS EUROPEUS NOBRES TEMIAM OS HASHISIN, COMEDORES DE HAXIXE, DAI VEM SURGE A PALAVRA ASSASSINO.


COM ESSE CENÁRIO E CRIADO, EM 1118, A ORDEM DOS POBRES CAVALEIROS DE CRISTO DO TEMPLO DE SALOMÃO, POIS SE ALOJARAM NAS RUÍNAS DO ANTIGO TEMPLO DO REI SALOMÃO BÍBLICO, A FUNÇÃO DOS TEMPLÁRIOS ERA DE PROTEGER A TRAVESSIA DE NOBRES, OU SEJA, FUNCIONAVAM COMO "GUARDA-COSTAS".

 

COM O PASSAR DO TEMPO FORAM GANHANDO NOTORIEDADE, CRIARAM O PRIMEIRO SISTEMA BANCÁRIO DO MUNDO, POIS OS NOBRES DEPOSITAVAM SUAS RIQUEZAS COM OS NA EUROPA TEMPLÁRIOS, RECEBIAM UMA CARTA QUE OS AUTORIZAVAM A RETIRAR A QUANTIA EM JERUSALÉM, EM POUCO TEMPO OS  TEMPLÁRIOS TORNARAM-SE EXTREMAMENTE RICOS, PARADOXALMENTE OS MESMO FAZIAM VOTO DE POBREZA AO ENTRAR PARA ORDEM.


VÁRIOS MISTÉRIOS CERCAVAM OS TEMPLÁRIOS, E POUCOS TINHAM ACESSO AOS FORTES DOS CAVALEIROS.

A EUROPA EM VIVIA EM FEUDOS, E POUCOS PODIAM TRANSITAR PELAS ESTRADAS CRUZANDO A EUROPA, UMA CATEGORIA QUE TINHA "PASSE LIVRE" ERAM OS PEDREIROS (MAÇONS EM FRANCES), POIS O CONHECIMENTO DAS DETINHAM CONSTRUÇÕES, MESMO SEM SABER MATEMÁTICA, UTILIZAVAM PROPORÇÕES NAS CONSTRUÇÕES.


ESSES PEDREIROS ERAM ACEITOS PELOS TEMPLÁRIOS PARA CONSTRUÇÃO DOS FORTES, E ERAM NOMEADOS TEMPLÁRIOS DE 2 º GRAU, POIS ALGUNS DOS ACABAVAM CONHECENDO SEUS SEGREDOS.

A RIQUEZA EMERGENTE DA ORDEM DESPERTOU A COBIÇA DE MUITOS, O REI FELIPE, O BELO, REI DA FRANÇA (1268-1314), JUNTAMENTE COM O PAPA CLEMENTE V, CONSPIRARAM E ACUSARAM DE HERESIA OS TEMPLÁRIOS, QUE FORAM PRESOS, MORTOS E QUASE EXTINTOS NUMA SEXTA FEIRA 13 DO ANO DE 1307, PARA QUEM ASSISTIU GUERRA NAS ESTRELAS A QUEDA (EXTERMÍNIO) DOS JEDIS E EXTREMAMENTE PARECIDA COM O QUE OCORREU COM OS TEMPLÁRIOS.
Último Grão-Mestre da Ordem, Jacques de Molay

NA SEXTA FEIRA 13 fatídica, POUCOS CONSEGUIRAM ESCAPAR INFILTRADOS EM MEIO AOS PEDREIROS, QUE TINHAM "PASSE LIVRE", FUGIRAM DA IRA DO REI DA FRANÇA E DO PAPA.

UMA TEORIA DA CONSPIRAÇÃO REZA QUE POUCOS FUGIRAM CARREGANDO O MAIOR TESOURO TEMPLÁRIOS, MAS COMO POUCOS CONSEGUIRIAM CARREGAR UM TESOURO TÃO GRANDE, A EXPLICAÇÃO E QUE SERIA O SANTO GRAU, OU O SANGUE REAL, O DESCENDENTE DE JESUS ​​COM MARIA MADALENA.

AO JUNTAR-SE AOS PEDREIROS, NAS REUNIÕES, IDEAIS TEMPLÁRIAS ERAM DIVULGADAS E REPASSADAS, CRIANDO ASSIM UMA ORDEM SECRETA, A MAÇONARIA, DAI VEM O COMPASSO E O ESQUADRO, QUE NO SÉCULO XVIII VIRIA A SE TORNAR NOS MOLDES QUE EXISTE ATÉ HOJE, A FRANCO-MAÇONARIA, COM SUAS LOJAS, MITOS, LENDAS E SEGREDOS, E TAMBÉM AS INFLUÊNCIAS ESPALHADAS PELO GLOBO.



quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

SOCIEDADES SECRETAS




A maior parte dos seres humanos não está consciente da existência de tais forças nem dos efeitos provocados por aqueles que as utilizam com finalidades muito precisas. Isso explica, entre outras coisas, porque eles ainda se deixam abusar tão facilmente.




 
Eis aí o caminho seguido pelos Illuminati, que querem dominar o mundo; provocar tanto quanto possível a discórdia entre os seres humanos e as nações da Terra, que perdidos numa nuvem de informações contrárias, não poderão chegar até os verdadeiros investigadores.
As sociedades secretas internacionais servem-lhes de instrumento poderoso para semear a discórdia entre os seres humanos; nós as estudaremos mais de perto. Os seres humanos empenhados durante muito tempo em guerras acabarão cansando-se de combater e virão “implorar” um governo mundial.

A 27 de Abril de 1961, perante as Associações de Jornais Americanos em Nova Iorque, John F. Kennedy fez o seguinte discurso acusando as sociedades secretas:

Dois anos após ele foi assassinado, entre outros fatores que podem ter corroborado, ele também era contra as guerras, e pelo seu carisma seria reeleito e faria sucessores.


 O Grupo de Bilderberg








Esse grupo têm incluído membros como Ben Bernanke, a família real da Espanha e da Holanda, os funcionários do Banco Mundial e representantes de grandes corporações.
O grupo foi iniciado em 1954, e desde então tem reunido a cada ano como uma conferência exclusiva apenas para convidados, de líderes mundiais, os capitães da indústria, e os magnatas da mídia. O grupo começou originalmente como um meio de lidar com um traço de antiamericanismo que se alastrava pela Europa após a Segunda Guerra Mundial, mas ao longo dos anos, parece ter se transformou em uma discussão mais ampla sobre alcançar o entendimento mútuo entre culturas.

O Grupo Bilderberg tornou se polêmico por uma razão fundamental: não é permitido imprensa na conferência e não há detalhes significativos sobre os temas discutidos são sempre lançado oficialmente ao público. Esse tipo de sigilo, juntamente com a intensa segurança dos locais de reunião, que muitas vezes apresentam guardas armados, policiais e, até mesmo, aviões de combate patrulhando os céus. O mais popular é que o grupo tenta orientar o direcionamento de políticas públicas, mercados financeiros, e meios de comunicação em determinadas direções prescritas de sua escolha, talvez até com o objetivo de formar o chamado “governo do mundo.”

 
Ordem dos Templários
 


Também conhecida como A Ordem dos Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão, foi uma ordem de cavalaria militar bastante conhecida e existiu por aproximadamente dois séculos na Idade Média, fundada em 1096, na primeira Cruzada. 


Sua missão era proteger os peregrinos católicos que viajavam à Terra Santa, no trajeto Jerusalém/Europa. A Ordem tinha uma forma peculiar de atuar: o peregrino podia deixar uma soma de dinheiro na Europa e tirá-la em outro lugar; mas cobravam uma taxa por isso. 

Era tal a confiança que despertavam que não tardou para que suas instalações se transformassem em estabelecimentos bancários, ainda que informais, fazendo deles entre os séculos XII e XIII, os principais fornecedores de crédito a quem os poderosos da época recorriam. 

O controle desta ação era da igreja. Uma lenda conta que os Templários cultuavam a cabeça embalsamada de São João Batista, encontrada no Templo de Salomão. 

Numa sexta feira 13 foram acusados de heresia pelo rei da França juntamente com o Papa, na verdade estavam de olho nos tesouros dos templários, levados quase ao extermínio, poucos conseguiram fugir, fazendo-o através dos pedreiros, e através destes séculos após tornaram-se a Maçonaria( próximo post origem da maçonaria)


IIluminati
 

Conhecido como os Illuminati da Baviera, essa sociedade secreta foi fundada na Era do Iluminismo, no qual se inspirava, em 1º de maio de 1776. Existe uma teoria, ou uma crença, que essa sociedade ainda existe e controla os assuntos mundiais secretamente, como uma versão moderna ou uma continuidade dos Illuminati bávaros. Muitas pessoas acreditam que eles são o cérebro que está por trás dos acontecimentos que levarão ao estabelecimento da Nova Ordem Mundial.
Os Illuminati não pertencem a nenhuma religião, a nenhum partido, a nenhuma nação ou outro agrupamento, mas servem-se deles como cobertura..

Seu objetivo era acabar definitivamente com as crendices religiosas e estabelecer o verdadeiro conhecimento. Tinha como objetivo unir a Europa e criar um Governo Planetário. Mas a Alemanha não gostou da ideia de perder o Estado Germânico e acabaram por destruir a irmandade.
Segundo alguns entendidos, ela continua atuante e teria mesmo um braço norte americano, a chamada Skull and Bones. 



Skull and Bones
 

A sociedade estudantil americana, cuja tradução literal é crânio e ossos, foi fundada em 1832 e introduzida na Universidade de Yale, em New Haven, Connecticut (EUA), por William Huntington Russel e Alphonso Taft. Há um mistério que cerca a Skull and Bones: há quem diga que os “homens de ossos”, como são conhecidos seus membros, fazem parte de um grupo que está por trás dos acontecimentos históricos de maior importância do século, como o lançamento da bomba atômica de Hiroshima. “Caveira e Ossos” conta entre os seus membros Presidentes dos EUA, senadores e juízes da Suprema Corte, o que levou muitos a argumentar que o grupo funciona como uma espécie de organização clandestina para a elite de alta potência política.
Seus membros mais importantes são George W Bush, pai e filho, e o democrata John Kerry. Comenta-se também que seus membros se ajudam para que possam alcançar posições de poder na sociedade. A cada ano apenas 15 membros são eleitos para fazerem parte dessa sociedade, que conta hoje com apenas 800 membros.

As seguintes famílias dominam essa ordem desde 1833:

• Rockefeller (Standard Oil);
• Harriman (estradas de ferro);
• Weyerhaeuser (comércio de madeira);
• Sloane (comércio de varejo);
• Pillsbury (moagem de farinhas);
• Davison (J. P. Morgan);
• Payne (Standard Oil)


O CLUBE DE ROMA
 
 Ele foi criado pelo clã Rockefeller (em sua propriedade privada em Bellago, na Itália). São eles que o financiam ainda hoje. Sua principal finalidade é de também criar um governo mundial, apoiando-se na elite. Ele ainda elaborou uma religião mundial única e fez crer pela mídia em uma “crise de energia” e na super-população do nosso planeta. Segundo William Cooper, o “Clube de Roma” teria desenvolvido o vírus da AIDS (com o antídoto correspondente, é claro), e tê-lo-ia espalhado entre a população para introduzir o grande programa de saneamento das raças, tendo em vista o governo mundial da elite



Priorado de Sião
 

O Priorado de Sião seria uma sociedade secreta fundada em Jerusalém no ano de 1099 que jura proteção a um segredo do Santo Graal, entendido como uma hipotética descendência de Jesus Cristo, originada da formação de uma família constituída com Maria Madalena. No ano de 1300, essa ordem teria passado para a clandestinidade com o objetivo de evitar o mesmo fim dos Templários. Teria passado a se chamar Ordem Rosa Cruz Veritas, que não tem relação com nenhuma outra ordem do mesmo nome.



Maçonaria

 




A maçonaria é operada no mundo todo com membros de todos os escalões da sociedade, muitos em posição de poder.
É a partir da construção do Templo de Salomão que começa de verdade a história da Maçonaria, mas essa origem e a transição dos templários para os maçons será detalhada em um próximo post.
Acredita-se que esta organização secreta seja muito mais do que a associação medieval de maçons da pedra. Para entrar para esta organização você deve ser recomendado por um maçom e quando for aceito você não poderá revelar a identidade dos outros maçons ou de seus rituais.
A maçonaria nunca escondeu sua existência nem os seus objetivos. Surgida na Escócia do século XVII e rapidamente transferida para a Inglaterra, ela se definiu desde o início como uma ordem essencialmente filosófica e filantrópica. Pela difusão de um ensinamento esotérico, sem dogmas, o objetivo declarado do grupo é contribuir para o progresso da humanidade, e seus membros são encorajados a praticar o bem ao próximo e a promover a melhoria espiritual e moral.
Entretanto como o lema da revolução francesa, liberdade, fraternidade e igualdade, não eram pra todos, e sim para a burguesia, tal qual a maçonaria os usa, somente para os “irmãos”.
A reputação de “sociedade secreta” veio por causa dos inúmeros rituais que foram sendo criados com o tempo. Eles não estão escritos em lugar nenhum e consistem em senhas de reconhecimento mútuo e, sobretudo, em uma série de provas de iniciação: depois de se tornar irmão ou irmã, o “aprendiz” não deve mais falar, para poder se impregnar do saber dos mais velhos; em seguida, ele pode se tornar um “companheiro” e, finalmente, ascender ao nível de “mestria”.



SOCIEDADE VRIL




A meta da Sociedade Vril era aprender a controlar a energia Vril para curar e também para matar. Segundo eles, a energia Vril vinha do próprio planeta abaixo da Terra e era extremamente poderosa. Tão poderosa que eles resolveram usar esta energia para dominar o Mundo. Mas para se obter esta energia negativa, os membros realizavam desde orgias sexuais até sacríficos humanos (principalmente com crianças, pois acreditavam que estas, sendo puras, eram portas para outras dimensões onde eles poderiam ter acesso fácil a energia).
A meta da sociedade também era obter o máximo de mulheres seguidoras possíveis. Segundo a Sociedade, apenas as mulheres poderiam ceder a energia necessária para o Vril e para isso eram usadas com 3 finalidades: Sexo, Magia e Mediunidade.
Sociedade Vril com certeza foi uma das forças que causou a 2º Guerra Mundial, assim como a sociedade secreta Mão-negra ocasionou a 1º Guerra. Os membros se reuniam em túneis no subsolo espalhados por toda a Alemanha. Estes mesmo túneis também foram usados como depósitos de armas dos Nazistas.

Se compararmos a Sociedade Vril com a Sociedade Thule, a diferença pode resumir-se no seguinte: a Sociedade Thule ocupava-se das coisas materiais e políticas enquanto que a Sociedade Vril tinha ocupações referentes sobretudo ao Além. Mas elas tinham, mesmo assim, alguns pontos em comum. As duas estudavam a Atlântida, Thule, “a Ilha dos Bem Aventurados” de Gilgamesh, os relatórios originais entre os germanos e os mesopotâmicos, assim como os antigos santuários como Stonehenge com suas pedras eretas.


SOCIEDADE THULE
 

O nome Thule é derivado da ilha mítica Thule. O seu nome original era "Studiengruppe für germanisches Altertum" (Grupo de estudo para antiguidade germânica), mas em breve com a formação do Grupo de Thule, este começou a disseminar propaganda anti-republicana e anti-semítica. A Sociedade Thule, existe a cerca de 1.200 anos e desde sua fundação, teve como objetivo a promoção das antigas tradições religiosas européias, tais como o Druidismo, o Wotanismo, o Woragsmo, a Asatru e a Vanatru, desde sua fundação ela sempre foi dirigida por Druidas e Ghodis nos cargos de Grão Mestre e Venerável.
Foi um grupo precursor que teve importância na transformação do "Deutsche Arbeiter-Partei" (Partido Alemão dos Trabalhadores) que mais tarde se tornaria o NSDAP (Partido Nazista).
Contou com membros dos escalões de topo do partido, incluindo Rudolf Heb, Alfred Rosemberg, Adolf Hitler inclusive  que já era Grão Mestre Cátaro, foi iniciado na Sociedade Thule e no Grupo de Thule p enquanto estavam presos no forte de Landsberg.
Os seguidores da Sociedade Thule, como admitiu o próprio von Sebottendorff, estavam pouco interessados em suas teorias ocultistas, mas muito no racismo e em combater a judeus e comunistas.


Mesmo antes de a Sociedade de Thule tornaram-se um veículo para o nazismo, os membros estavam envolvidos em algumas atividades bastante bizarras. O mais estranho foi o fascínio do grupo com a raça ariana, cuja origem eles tentaram localizar a terra mítica de Thule, que os gregos tinham reivindicado e foi encontrada ao norte da Europa, perto da Islândia e Groenlândia.

“Última Thule”, tinha sido a capital do primeiro continente colonizado pelos arianos. Este se chamava Hiperbórea e teria sido mais antigo que a Lemúria e a Atlântida (continentes submersos, habitados antigamente por grandes civilizações). Na Escandinávia, existe uma lenda a respeito de “Última Thule” esse país maravilhoso no grande norte onde jamais havia o pôr do sol, e onde viviam os ancestrais da raça ariana.

Não conheciam guerras e eram vegetarianos (Hitler também, aliás). Pelos textos conhecidos a respeito de Thule, os hiperboreanos estavam bem mais adiantados em tecnologia e ter-se-iam servido dos Vril-ya, engenhos voadores que designamos hoje pelo nome de “OVNIs”. Graças a existência de dois campos magnéticos inversamente rotatórios, esses discos voadores eram capazes de levitar, atingiam velocidades enormes e realizavam manobras de voo, desempenho que observamos também nos OVNIs. Teriam utilizado a força Vril como potencial energético, quer dizer, como combustível.


Ordo Templi Orientis
 

Ordo Templi Orientis é uma organização mística que foi iniciada no começo do século XX. O grupo foi criado nos mesmos moldes dos maçons, e, supostamente, se baseiam em rituais e práticas ocultas como um meio para que os membros se deslocam de um nível de prestígio para outro dentro da organização. A filosofia geral do grupo foi a crença nas práticas esotéricas como um método de realização de uma verdadeira identidade. O famoso ocultista excêntrico Aleister Crowley foi quem compôs grande parte da tradição do grupo, incluindo um manifesto chamado de Mysteria Mystica Máxima, e ele se tornou mais tarde sua cabeça.


Ordem Rosacruz
 

Acredita-se que sua origem venha das antigas escolas místicas do Egito, por volta de 3361 a.C. A fraternidade foi revelada a público no século XVII.
A facção mais conhecida da Ordem Rosacruz é a AMORC (Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis), fundada por Harvey Spencer Lewis em 1915, cujo objetivo é orientar e prestar auxílio à evolução espiritual do homem. 


Ordem Kabbalística da Rosa-Cruz


A Ordem Kabbalística da Rosa-Cruz (OKRC) é uma tradição hermética fundada em Paris, em 1888, e seu primeiro grande mestre foi Stanislas de Guaita. Esta ordem é uma das poucas que preservou seus rituais e práticas em segredo até os nossos tempos. Até os dias de hoje a estrutura tradicional de todo fundamento não foi mudada. Por isso, sobrevive sem corrupção. É uma ordem que traz em si aspectos da filosofia do martinismo, da kaballa e do hermetismo. A OKRC não é somente uma escola filosófica. Seu objetivo é ensinar e iniciar pessoas que possuem o desejo autêntico de progredir espiritualmente.



Evidentemente há dezenas ou centenas de sociedades secretas pelo globo, estas são algumas das mais conhecidas ou importantes.