"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

segunda-feira, 16 de julho de 2012

CONSPIRAÇÃO KENNEDY



Muito já foi escrito e falado sobre o famoso assassinato de JFK, sendo que na época sua morte interessava há diversos grupos, entre eles sociedades secretas, CIA, comunistas, castristas, anticastristas, indústria bélica e máfia.


27 de Abril de 1961


22 de novembro de 1963 - O presidente John F. Kennedy foi assassinado em Dallas, Texas.



Duas investigações oficiais concluíram que Lee Harvey Oswald, um empregado do armazém Texas School Book Depository na Praça Dealey, foi o assassino. Uma delas concluiu que Oswald atuou sozinho e outra sugeriu que atuou com pelo menos um cúmplice. 

Fato pouco divulgado é que num efeito dominó ocorreram diversas mortes co-relacionadas com o assassinato do então presidente estadunidense:

O investigador Buddy Walther afirmou que havia encontrado um cartucho calibre 45 perto do local onde Kennedy fora atingido. Walther entregou a cápsula a um agente do FBI que, curiosamente, nunca a mencionou no relatório policial. Buddy Walther repetiu insistentemente essa história até que recebeu uma bala perdida ao participar de uma blitz corriqueira. Morreu na hora.
Buddy Walther
O vendedor de carros Albert Guy Bogard contou que, alguns dias antes do assassinato de Kennedy, um homem que se dizia chamar Lee Harvey Oswald foi até sua loja, disse que iria matar o presidente e saiu dirigindo feito um maluco. Como Oswald não sabia dirigir, ou Bogard era mentiroso ou alguém havia plantado evidências para incriminar Oswald. Não deu pra descobrir. Pouco depois de contar essa história, Bogard foi encontrado morto num cemitério da Louisiana. Causa da morte: suicídio.

Lee Harvey Oswald, o culpado oficial, foi assassinado por Jack Ruby quando estava sendo transferido para a prisão de Dallas. O crime aconteceu em frente às câmeras de TV, na garagem da delegacia de polícia, onde Ruby entrou armado e sem ser incomodado.

Lee Oswald é baleado por Jack Ruby 
Jack Ruby, dono da boate de strip-tease Carousel Club, disse que assassinara Oswald para vingar Kennedy. Ruby morreu de câncer no pulmão quando ainda estava preso. Ele dizia que células cancerosas haviam sido implantadas no seu corpo. 
Jack Ruby 
Um certo Lee Bowers Jr., que estava assistindo ao desfile presidencial, afirmou ter visto dois homens armados atrás de uma cerca, que saíram apressadamente logo depois do disparo fatal. A famosa Comissão Warren, que investigou o assassinato, não deu atenção a Bowers que, no entanto, continuou repetindo a história para a Imprensa - até que seu carro bateu no pilar de uma ponte em 1966. Bowers morreu na hora. Ninguém conseguiu explicar a razão do acidente, já que não havia outro veículo envolvido e nenhuma curva perigosa por perto. 

O tenente William Pitzer fez as fotos da necrópsia do presidente. Quando as imagens foram liberadas para a imprensa, Pitzer saiu dizendo que elas tinham sido adulteradas. Segundo ele, a bala atingira a cabeça de Kennedy por trás, e não pela frente, como as fotos agora mostravam. William Pitzer foi encontrado morto com uma bala na cabeça e uma pistola 45 na mão direita, só que ele era canhoto. 

O deputado Hale Boggs, da Louisiana, membro da Comissão Warren, discordou publicamente da conclusão de que Oswald agira sozinho. Pouco depois, Boggs denunciou que estava sendo chantageado pelo FBI para mudar de opinião. E aí seu avião desapareceu misteriosamente no Alasca durante uma viagem. Nenhum sobrevivente foi encontrado. 

O russo anticomunista George Dewohreischildt, que fizera vários trabalhinhos para a CIA e era amigo pessoal de Oswald, declarou que o suposto assassino era inocente e que havia uma conspiração encobrindo verdade. Pouco antes de depor ao promotor Jim Garrison, que transformou o caso Kennedy numa cruzada pessoal, Dewohreischildt resolveu se matar com um tiro de espingarda: enfiou o cano na boca e puxou o gatilho com o pé. Estourou a cabeça. 

O agente da CIA Gary Underhill também caiu na besteira de sair dizendo que alguns colegas seus estavam envolvidos no assassinato de JFK. Foi encontrado com uma bala na cabeça e uma automática na mão esquerda. Ele era destro. 

Marilyn Moon, ou “Delilah”, striper do clube de Jack Ruby, anunciou, em 1966, que estava escrevendo um livro no qual contaria toda a verdade sobre JFK. Foi assassinada a tiros no seu próprio apartamento. 

O militar reformado David Ferrie é apontado como o elo perdido entre Jack Ruby, Lee Harvey Oswald, anticastristas e a CIA. Patrocinado pela CIA, Ferrie organizou campos de treinamento para os cubanos exilados que pretendiam invadir Cuba e depor Fidel Castro na fracassada operação Baía dos Porcos. Ele era amigo de Ruby. E tinha servido como capitão na Civil Air Patrol de Nova Orleans, na qual Oswald era cadete. Infelizmente antes que pudesse explicar essas ligações perigosas, ele foi encontrado morto. Causa da morte: hemorragia cerebral. 


Várias pessoas relacionadas a Ferrie também começaram a morrer assim que o promotor Jim Garrison se interessava por elas. Aladio Del Valle, um anticastrista treinado por Ferrie, foi assassinado em Miami com golpes de facão. Clyde Johnson, que afirmava conhecer a ligação Ruby-Oswald-ClA-anticastristas, foi assassinado a tiros.

A conspiração ficou mais que evidente, sendo que os disparos vieram da rua, acertando o presidente pela frente, ou entre os arbustos ou da "boca de lobo" e também do alto do prédio o tiro fatal na cabeça. Só quem planejou que permanece um mistério, pois, JFK iria retirar as tropas do Vietnã, com sua morte seu sucessor, Lyndon Johnson, aconteceu exatamente o contrário, foi intensificada a presença estadunidense, mandando milhares de soldados à guerra.


Reparem na escolta presidencial, sempre andam junto a Limusine, entretanto há poucos metros recuam, e conversam entre si.



REPAREM NO POSICIONAMENTO DA ESCOLTA

Um possível motivo também é que JFK era muito popular, facilmente iria se reeleger, e seus parentes também compartilhavam de muito carisma, tanto que em 6 de junho de 1968 - Robert F. Kennedy é assassinado por Sirhan Sirhan em Los Angeles no dia em que venceu a primária democrata da Califórnia na corrida presidencial.
Os Kennedy's ficariam mais de 20 anos alternando mandatos, perpetuando se no poder, fato que incomodaria muita gente, grupos interessados no poder e nesse bojo entram os grupos supracitados.


Também merece destaque que as ditaduras sul-americanas se iniciam ou se consolidam a partir do homicídio de JFK, seria mera coincidência? 



FONTES:
Aran, Edson, Conspirações, Tudo o que Não Querem que Você Saiba Ed. Geração, 2a. edição, 2003.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Maldi%C3%A7%C3%A3o_Kennedy

4 comentários:

  1. Blz, eu particularmente creio que ele tenha sido assassinado pelo próprio governo! Veja bem... o super consumo de recursos e etc... viu? Capitalismo, a Direita também se iguala ao que chamam de Esquerda; tudo bosta! EUA é um país Capitalista, Imperialista e Genocida, culpado por grandes merdas do século XX! Cuba, Coréia do Norte, EUA... são todos as mesmas bostas! Consumismo desenfreado e etc... viva o Tio Sam, viva os banqueiros, viva o Capitalismo que é tão defendido por hipócritas que se acham do lado do bem!

    ResponderExcluir
  2. Ѕpot on with thiѕ write-uρ,
    I honestly feel thіs ωeb site neeԁs a lοt
    morе attention. ӏ'll probably be back again to see more, thanks for the info!

    my web site; Www.Sfgate.Com

    ResponderExcluir
  3. Tremenԁοus things here. I'm very satisfied to peer your article. Thank you a lot and I'm looking foгward to
    contаct yοu. Will you kindly dгop me
    a e-mаіl?

    Heге is my wеb blоg - More Info

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you friend give me your email I answer, if you need something or you want to share information'm disposal, thanks ...

      Excluir